segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Elton John diz que Jesus era um "gay superinteligente"



Elton John diz que Jesus era um "gay superinteligente"
O cantor britânico Elton John, 62, deu uma entrevista a revista norte-americana "Parade" na qual declarou que Jesus era gay. A entrevista ganhou destaque no tabloide inglês "The Sun".
"Acho que Jesus tinha muita compaixão, era um homem gay superinteligente, que entendeu os problemas da humanidade", disse.
"Jesus queria que nós amássemos e perdoássemos. Não sei o que faz as pessoas serem tão cruéis. Tente ser uma lésbica no Oriente Médio -é melhor estar morto."
Na mesma entrevista, ele comenta como conheceu o companheiro, David Furnish, 47. "Senti atração imediata por David. Ele estava muito bem vestido, era muito tímido. Na noite seguinte, nós jantamos. Depois disso, nos apaixonamos muito rápido."

fonte: Folha Online

----------------------------------------------------------------------------------------
COMENTÁRIO :




O pop star Elton John “acha” que Jesus tinha muita compaixão!

Quanto a mim eu tenho a absoluta certeza psicológica e espiritual de que Jesus é a Encarnação da compaixão do Pai... Como bem colocou Meister Eckhart (místico séc.XV): “Você pode chamar a Deus de amor, você pode chamar a Deus de bondade, mas o melhor nome para Deus é compaixão”.
Talvez o verbete do Pop Star da música internacional esteja com total coerência ao que vaticina o Evangelho da Graça, o Qual, Ele Jesus representa o favor de Deus em forma de amor e de misericórdia... (Jo.1).
Todavia o que “censura” tal frase não é uma suposta ofensa á santidade inatacável de Cristo mais o que sustenta tamanha ranhura é contra a moralidade impávida da cristandade.
Ora, Jesus sempre será o Jesus de Nazaré, pronto e disposto a ministrar cura a quem assim quiser tê-lo como “terapeuta” subjetivo, posto que Ele vibre diante da esperança e do temor, das celebrações e dos abatimentos (mazelas) de cada um de nós.
O objeto Pop star aqui não preconiza o Mestre e nem cabe em suas prerrogativas messiânicas[ele não se importava com o status quo]...
Portanto há um tremendo desvelo no que tange a projeção de ser o que não o é de fato!
Pop o Cristo sempre foi na sua manifestação humana e carismática!
É diferente de forçar a barra e se esconder por trás de uma Persona que não corresponda com a sua identidade inata, diferentemente da pessoa de Jesus, Ele é quem é, e jamais desejou ser alguém senão ele mesmo.
Daí o fato de ser quem é sem impor psicologicamente e nem na mão grande ás pessoas que sejam iguais a ele... Ele soube tratar as indiferenças, as “anomalias” e as ambigüidades desta raça caída. E a sexualiade não está fora deste contexto aqui!
Eu não sei pra você, mas para mim o Seu silêncio em repostas a situação como esta já basta!
Vejo que seja uma indisposição de sua parte ante aos mistérios que envolvam o seu poder e a Sua compaixão diante da deterioração que o pecado e o mal podem realizar contra a humanidade ferida...
Sem sombra de dúvidas a sua compaixão é visceral, brota do íntimo e opera num grau que nós humanos simplesmente não somos capazes de reproduzir com brilho e fulgor.
Ele era capaz de sentir e compreender as profundezas das tristezas humanas, e principalmente de quem se olha no espelho da existência e rejeita a graça de ser quem já nasceu sendo por uma simples razão psicológica: é não discernir de que Deus em Cristo reconciliou o Mundo consigo mesmo, e que desde já toda nudez humana será perdoada e redimida á nudez da consciência purificada pelo amor incondicional de Cristo Jesus.
Eu tento entender a minha alma, a alma de muita gente quanto à alma de Elton John (em particular gosto de suas músicas), porém Jesus já nos amou ANTECIPADAMENTE e antes de qualquer juízo pessoal, dos homens e do Diabo, pois, Ele nos amou sendo nós ainda pecadores...
Gente! E-v-a-n-g-e-l-h-o não é religião amorfa, são boas noticias, é o fato de re-ligar-se a Deus...
É entender de que Cristo tomou o nosso lugar de pecado-pecador e santificou-nos em Si mesmo!
É preciso entender que na cruz Ele peregrinou aos longínquos extremos da solidão, de modo que pudesse ficar solitário com os solitários e despojar a solidão de seu poder letal ao participar dela ele mesmo... Ele planificou o ambíguo ao DEFINIDO!
Eu sei que a minha opinião irá gerar constrangimento e raiva em muita gente, fazer o que?
Embora eu não esteja aqui para satisfazer o ego de ninguém!
Portanto, quando eu digo (verbalizo no meu consciente) que sou parecido com Cristo estou afirmando para mim mesmo que sou cristão e necessito da SUA ajuda todos os dias desta existência.... E quando digo que Jesus se assemelha humanamente comigo estou convicto de que Nele todos os meus pecados, iniqüidades e patologias estão impetradas, e o fluxo da Graça que me ensopa a alma, me faz querer andar na lucidez de Sua Graça e luz, e o motor que gera total motivação e me dá alento é exatamente e unicamente o Seu amor incondicional a minha pessoa.
Conquanto se sustente psicologicamente um princípio indelével ao discípulo a um caminhar com Cristo sem o medo e a culpa de ser quem é: Para um grande pecador se exige um grande Salvador para o resta da vida..
Quanto ao fato de Jesus ser um 'gay' (segundo o gay orgulhoso e pop star) remonta todo aquele espetáculo circence expeculativo no deserto das tentações da fama, do status, e do IBOP, e isso é o que VENDE e dá grana ...(rsrsrsr!). 
Outrora o chamavam de comelão e beberrão(fariseus)...depois endemoninhado(judeus)..., mais tarde de promíscuo e mulherengo (Evang. De S. Judas), e segundo o Pr. Neemias Marien, Jesus teria tido um caso libidinoso com João Baptista (seu primo)...
Ora...
      façam-me
                      o favor...
Estar Nele é o que interessa ao salvo!

Mano Serafim