quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Sociedade dos profetas mortos – 2ª parte

Este ano, é ano eleitoral, e mesmo antes de ter chegando a hora do pleito eleitoral. A marcha rumo ao “poder” se refaz com tamanha insensatez, é que as pedras do jogo de xadrez do poderio político já começam a se mexer ante as estratégias de políticos evangélicos...
Para quem possui memória curta, vale lembrar que o Garotinho da rosinha (RJ) que andou sumido do programa do Silas Malafaia, agora põe novamente a cara na janela de hipocrisia a fim de instigar a “fé” do povo evangélico do inconsciente coletivo – “crente tem que votar em crente”- isso é balela pura!

Tem crente que só se “converte” em tempo de eleição...,

Tem crente que se vende por uma laje e um milheiro de blocos...,

Tem crente que deixa de ser crente para ser político-politiqueiro...,

Tem crente que está crente de que um bispo no poder, que seja no Executivo ou no legislativo vai resolver os problemas de suas comunidades...,

Tem crente que se diz gente que acredita e “reza” (repetidas vezes e em quatro e quatros anos...) a fim de ter um presidente “apóstolo” ou “pastor” – crêem eles, em seus surtos de onipotências, que para se ser presidente ou ocupar qualquer cargo no poder governamental, o candidato não necessita de preparo e vocação, basta ser “crente de igreja” e está debaixo de uma “OTORIDADE” espiritualizada!

Mas tem crente que também finge que não vê o que se passa nos ambientes políticos eclesiásticos, bem debaixo de seu narizinho, na sua congregação, imagine o que se passa no 'camarim' do País?

E a maioria esmagadora destes crentes se concentra em dimensões pouco visitadas pela inteligência!

Explico:

1- Se a oração feita em pró do País e de seus governantes evangélicos não obter êxito nas URNAS (como o voto de cabresto onde crente vota em outro crente por barganhas e medo) aí se o “bispo” ou o “Pastor” não for eleito, as retaliações dos “m-UNGIDOS” é AMALDIÇOAR a ‘igrejina’ e seus míseros fieis traidores – posto que a ‘honra’ foi posta em segundo lugar, e o mesmo foi traído pelos irmãos - ainda que se saiba que o voto é secreto, e sendo voto secreto, a Constituição é exercida e o cidadão exerce o seu direito cívico e moral.

2- A democracia anda LONGE dos ambientes da “igreja”, e no Brasil só funciona quando emana do próprio Governo como poder que possui de manipular a opinião pública em pró de seus anseios. Em Cuba de Fidel parece ser mais democrática do que nas camadas mais politizadas do eclesiástico político. Sem falar na grana violenta que rola por baixo da mesa das negociações feitas por candidatos evangélicos e partidos políticos.

3- Os evangélicos já provaram que são in-capazes de mudar alguma coisa estando no poder.
Basta acompanhar de longe o Congresso Nacional e a Câmara dos Deputados, como estão cheio de representantes das “igrejas”, aliás, de seus lideres (mas não do povo brasileiro), e que nada fazem..., senão conchavos para fazer “alianças” políticas para o fortalecimento partidário, cujos pastores e bispos se agregaram.
Já pensou se eles não aparecessem mais na mídia, em seus programinhas de rádio e em horário nobre na TV? O evangelho não seria pregado! (que piada de mal gosto essa..vai enganar o diabo com essa baboseira).

4- Os ignorantes da irmandade pensam que as safadezas políticas (corrupção e roubos) só acontecem em Brasília... Leiam as revistas e acessem a internet. Fiquem espertos!

5- Já “profetaram” – “em 2008 o Brasil será outro e em 2010 o Brasil aos teus Pés!”- aos pés de quem?

Do Lula, da Dilma, do PT ou de seus ministros?

Do Morris Cirolla?

Do (P)Edir Ma(is)cedo?

De Mamon?

De Levi- atã?

Ou de Jesus Luz?

Neste baile de máscaras se procura o profeta de vestimentas de pele de camelo e com um cinto de couro a altura do tórax...

Todavia a busca é inócua!

O ‘Elias’ já veio e ele é maior do que um profeta neo-pentecostal!

Sim, o seu espírito ainda vive e vibra ante a aridez espiritual do mundo evangélico!

As suas palavras ainda se ouvem nos labirintos de um deserto onde a solidão e a morte espreita uma multidão de ovelhas sem pastor...

E nada é tão existencial como o que acontece nos bastidores de nossa igreja...
Vejam só, o que a “Veja” não viu e o que o “veja” não limpou: Pastores sendo expulsos do meio do rebanho como qualquer discípulo/empregado que não corresponde mais com a expectativa de seu líder/patrão!

Entretanto em nosso meio, há alguns meses atrás, alguém teve um sonho horrendo!

“E o que se vê, são as folhas secas caídas ao chão da igreja...

E o Bispo que hoje não é somente Bispo, mas Apostolo, luta sem forças espirituais para expelir um demônio que acabara de possuir um jovem sentado no banco da igreja, mas sem sucesso, o espírito maligno prevalece...” Talvez, uma POTESTADE!

Quem leu o artigo : “O sonho de uma visão ou uma visão no sonho” lembrará e tornar-se-á entendido ao que me refiro!

Ora, se o que se acontece no mundo físico se assemelha com o mundo espiritual da tal teologia Moral de Causa e Efeito ensinada pelos apóstolos da atualidade, tudo que acontece na material tem inicio no plano espiritual... Sendo isso a verdade do evangelho vaticinado e marchado por eles? Então que se cumpram em tempo hábil, por que do jeito que as coisas andam o que se pode esperar é a transferência de POTESTADES ESPIRTUAIS LOCAIS...

Ainda que as Potestades das trevas e da luz ocupem tal região e esfera de ação no plano espiritual, existem também potestades de carne e ossos!

Sim, potestade significa poderio, potência, força... Conquanto, o líder eclesiástico (neste caso: o apostolo, o pastor, o bispo...) é considerado como aquele que tem grande autoridade e poder!

Posto que o “portento”, o “celebre”, o imponderável e multiface detentor da verborragia neuro-pentecostalista, marcha em direção ás regiões abismais, na convicção de que os meios para se conseguir o que ambiciona o seu megalomaníaco coração justificam os fins!

Caso desejemos compreender Maquiavel no que tange ao ABSOLUTISMO

Entende-se que:

Fins: manutenção do poder absoluto para garantir o Estado Nacional .

Meios : matar , roubar , usar qualquer meio para conseguir o seu objetivo. .

Maquiavel escreveu uma obra (O Príncipe) nela ele descreve o que o rei pode e deve fazer para manter o seu poder.

Que todas as medidas tomadas pelo rei, não são para seu beneficio e sim para o beneficio de todos!

Linkando:

Só que aqui em nossa realidade, o beneficio é somente para aquele que bate a mão no peito arrogante e diz: “Eu sou o que manda neste terreiro!”.

Pois, potestade é...

Todavia não se pode negar que todo político é um religioso e todo religioso se faz de político, nem que seja para mandar no seu semelhante como uma POTESTADE não VATICANA, mas com todas os estratagemas de um Estado de república Protestante...

Escrito em  14/05/10

Se desejar também ler a 1ª parte deste artigo clique aqui: "Sociedade do Profetas Mortos" (1ª Parte).
http://manoserafim.blogspot.com/2010/05/sociedade-dos-profetas-mortos-joel2.html
Mano Serafim