domingo, 29 de maio de 2011

Sai "Jesus" em nome de Jesus!



O filósofo cristão, S.Kierkegaard, disse que o homem engana-se quando o mesmo utiliza do subterfúgio das máscaras para se adquirir uma personalidade que não seja de fato a sua..., e é ai que se reside o perigo, posto que os demônios habitem as máscaras. Se não são demônios - seriam então os fantasmas que nos demonizam o ser?
Talvez, você agora esteja numa percepção quanto ao se ser e pertencer ao evangelho, o ser quem você é, e uma percepção de saber que antes de você ser, o evangelho já é-era-existia. E deste ser que jamais deixou de ser quanto a você mesmo como discernir estar inserido no contexto do evangelho, você assim diga a si mesmo: “ultimamente eu sinto que estou sendo manipulado a reproduzir em mim o outro, e sendo convencido a se alienar de mim mesmo e deixar de ser quem já nasci sendo pra Deus” – é provável que se instalasse uma crise de identidade existencial em você. o outro aqui, e nesta condição não se relaciona com o que Jesus nos ensinou no Evangelho, ou seja, de priorizarmos o próximo (o outro semelhante).
Ora, Jesus nos convida para a renúncia própria e desta renuncia sermos nós mesmos sem se xerocar o ser do outro em nosso próprio ser..., antes, Ele ensinou - “considere (o outro) o próximo acima de você em amor fraternal” – o que passar disso vem do maligno, é terreno e se configura como doença na alma, que usurpa o querer ser o outro, ou seja, cobiça interiormente ser o ser do outro!
Bem-aventurado seja todo aquele que sempre desejou ser senão a si mesmo – este entende que sendo a si mesmo, se é ser-sendo existencialmente tudo aquilo que o faz ser quem ele unicamente o é -, antes da essência, porém, que o faz ser a si mesmo sem nenhuma projeção doutrinária que o esmaga na caricatura de seu mentor!
E o pior de tudo é que existe uma multidão de alminhas totalmente “desapontadas” com seus lideres-mentores-guias porque deixaram de ser a si mesmas e se entregaram a um inconsciente coletivo de se pertencer a outro ser, maximizado em si a persona (máscara) do outro- Jesus interfere e diz: “Um cego não pode guiar outro cego, ambos cairão no abismo!”!
O único discipulado que ocorre dado a este “fenômeno religioso” se chama de discipulado do EGO - psicologicamente significa dizer que se reproduz em larga escala um EU mentor espiritualizado do líder da moda momentanea  nas mentes dos demais liderados [esta é a  FÓMULA engessada do se SER]. Isso é apenas um fetiche religioso!
Na verdade estamos vivendo a grande era do empobrecimento psíquico dado a pseudo-religião neopentecostal em vigência social!
Quando perdemos a referência de Deus em Cristo, aliás, quando permitimos que outro “Jesus tirano ( que na verdade é a  própria SUBJETIVIDADE do líder tirano)” que está sendo disseminado por ai,  nos possua de tal modo que deixamos de nos re-conhecer inconscientemente, podemos acreditar que falhamos enquanto ser Igreja subjetiva de Deus dentro de cada comunidade socio-cultural!
Quando a proposta do Evangelho está sendo substituída pelas barganhas dos homens ímpios de coração, mas que possuem a aparência de homens bons. Saiba que o Cristo em Espírito em seu ser já se liquefez há tempos.... Assim como aconteceu com Sansão diante dos filisteus. Sansão nem havia percebido quando o Espírito do Senhor havia se apartado dele.
Peço-vos licença para ser mais claro no que falo. Num viés de leitura fundamentalista, a religião evangélica passou a fazer parte do sistema geral de mercadoria. Toda a heresia agora é canônica, principalmente quando partem do patriarca gospel (que me provem ao contrário).
São as bulas patriarcais! Aliás, até hoje, Deus espera uma receita do Patriarca evangélico...,
O protestantismo brasileiro mede forças com o islamismo, e diante de uma percepção cosmovisiva, dois sistemas religiosos arcaicos, somente o islamismo ainda resiste como religião tradicional (aquela que é “verdadeira”, enquanto as demais são ‘falsas”) – Já para os evangélicos que não entendem sequer de ortodoxia, os rótulos e as bravatas soam bem–vindos, a exem. : a igreja tal é RENOVADA!.
Em nossos entremeios evangélicos nota-se também um acentuado egoísmo: “No Ocidente, a religião [evangélica] pode até reforçar as aparências de misticismo, mas seu conteúdo a converteu seja em rede social de auto-ajuda, seja em altar solitário do Deus-ego, sempre voltada, porém, ao mundo material e imediato”, e “onde houver um caldo de cultura reativo à ‘globalização’, a religião continuará a ser excelente veículo pra organizar ressentimentos e dar valor moral à violência’.
A maioria dos protestantes de hoje se tornaram tão pagãos e legalistas quanto os mulçumanos fundamentalistas do Alcorão!
No Reino de Deus não poderá haver dois reis e nem dois Jesuses!
Romain Rolland descrevia seu sentimento religioso como um "sentimento religioso". “Mas o mar, cheio de vida, é incontrolável. Algumas pessoas têm a ilusão que é possível engarrafar Deus. Quem tem Deus engarrafado tem o poder. Como na estória de Aladim e a lâmpada mágica. Nesse Deus eu não acredito. Não tenho respeito por um Deus que se deixa engarrafar. Prefiro o mistério do mar... Algumas pessoas não gostam do que penso sobre Deus porque elas deixam de acreditar que suas garrafas religiosas contenham Deus... "
De modo que a nova TEOLOGIA-NEO-PENTECOSTAL Made In Brazil da classe apostólica põe Jesus e seu evangelho da graça no mesmo patamar, amarrotados e atados, “profetizando”  ao POPULACHO com seus discursos deterministas!
Sinceramente, o único decreto que poderia nos libertar deste pensamento medíocre da atual igreja evangélica seria: "Sai 'Jesus' em nome de Jesus!"
Me parece saudável quanto necessário uma exorcização deste pseudo "Jesus" do avivamento da prosperidade megalomaníaca imediata...,
A não ser que você que se encontra saudoso de si mesmo e com a imago de seu líder inspirador maximizada em seu ser, e não deseje profundamente se libertar deste EU - evangelho do SUPERGO!
Mas eu sei que você não se agüenta mais e não suporta mais este peso que te colocaram sobre as costas, ai você diz pra você mesmo e quase que continuamente; “Será que eu sou eu mesmo? Posto que eu estava tanto sendo você (a imagem projetada do líder espiritual em si mesmo) que estou com saudades de mim mesmo!”
Pense nisso!
Mas, creia e se assim desejar ser livre receba a Jesus por Jesus e nada a mais senão Deus na sua vida AGORA!
Nele,
Mano Serafim