sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Perceba e entregue-se...


Platão não viu o "sol da justiça" qual mal-mente ele poderia fixar seus olhos...,

Pilatos temeu quando o Verdade dissolveu toda uma verdade relativizada ao helenismo e romanismo filosófico, expondo-o ao vitupério existencial....
Nietzsche não dançou com a alegria do ser, mesmo elogiando a música de Wagner...,
Sartre jamais discerniu o fio da meada de um Existente que precedeu todas as formas de existências. Aquele que Auto-existe por si só, a vida deriva de Quem existe, existo e então, penso....,
Freud não pôde acreditar Naquele que domina o não-consciente 100%, de maneira que a sua mente pulsa de eternidade em eternidade, posto que Ele é.
Pelo fato de não poder enxergar o sol na sua força ao meio-dia não significa negar a sua presença e energia viva no universo.
Dançar sem a contemplação da alma expressando a gratidão da alma é tédio musical. O Senhor e Autor da vida, dança.
Ter medo de temer a verdade quando ela é maior que nós é falta de humildade e sinceridade consigo mesmo.
Ser ateu é um direito de qualquer homem, porém, provar a inexistência de Deus é o caminho para a sua própria loucura.
A Graça pelo evangelho de Jesus Cristo é o melhor divã de todos. Ele veio para os doentes, principalmente de alma. O convite é, deite-se e deleite-se no divã do Pai.
Evangelho sempre!
Mano Serafim