domingo, 19 de janeiro de 2014

Diga a morte que eu sou forte (risos)


Já perdi as contas de quantas vezes a morte já me matou sem eu morrer de fato para o seu capricho...me refiro a este involucro hominal - é hoje ou amanhã..., é hoje ou amanhã...(risos).
Deixei de lado todas as ameaças que bilhões de inimigos invisíveis e furtivos (vírus e bactérias patológicas) de meu bio-químico-corpo conspiram a todo instante sem descanso para me desintegrar nesta dimensão de mortes...,
Se eu fosse meditar e prescrutar o que se passa espessamente e na íntegra em meu coração véi acreditem, eu faleceria só de constatar de que em mim nenhum bem essencialmente Bem habita...
Procrastinar a dor é tridimensionar as sequelas na alma, o aleijadinho nos dá de goleada no quesito integridade física. Se for para doer que doa, mas que doa agora, posto que empurrar o problema com a barriga é chamar para si um espiral doloroso para a eternidade de um tempo contínuo, ou seja, seria viver um inferno todos os dias na queimação danada do dia-a-dia em dores...., Nossa mente corrompida é esquecidiça, JESUS GRAÇAS A DEUS CONTINUA O MESMO, Ele ainda cura e quer curar-nos!
Sem o olho no olho no encaramento diante do problema que fingimos não nos incomodar, apenas corrobora para se desestabilizar emocionalmente tudo em nós!
Viver para morrer é mais lógico do que viver para se proteger da morte, aliás quem já morreu não precisa sequer saber de nada, pois, já está morto e morto não escolhe coisa alguma ele apenas é levado e cingido por outros!
Aquele que se guarda do calor na luta no sol do dia quente e castigante trará para si todo o aquecimento global por se fazer de insano com a dona prudência e a senhora destreza.
Olho a um passo a minha frente e o que enxergo?
Perplexidades, dores e o absurdo.
Deus me guarde de eu ser mais um Jó nesta existência (risos).
Todavia a única Via que nos levará ao amor é a fé. A fé é boa, quando a fé existe na pisada de gente que muitas vezes procuram o chão, mas o chão parece os dizer não, não, Deus proverá todo chão para todos aqueles que hão de viver por fé e da Fé.
A fé poderia ser o tudo, mas é o "quase" tudo, pois, quando nos faltar fé, o amor nos susterá!
Sim, fomos somos seremos viveremos andaremos cantaremos dançaremos pularemos choraremos bendigaremos pularemos tombaremos levantaremos louvaremos sustentados pelos sustentáculos invisíveis, porém sensitiva-Mente perceptíveis da Graça!
Mano Serafim