terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

EGO & EU


O ego sempre desejou manter-se em disfarces, disfarçando-se de "eu". Meus desejos nãos filtrados; minha egocentricidade exagerada; a minha pretensão e excessiva individualidade me faz "correr" de certas atitudes quais meu "eu' amaria (risos).
Quando corremos para trás em certas ocasiões como: pedir perdão por um ato desagradável de qualquer proporção; quando pedimos desculpas por algo que fizemos e desagradou sensatamente a alguém; quando a nossa razão não tem de fato razão nenhuma e a gente dá razão ao outro...o EU se sente ele em você em nós. Somos nós em nós e nos sentindo nós sem plágios e sem máscaras. E estaremos correndo na direção certa da vida!
Na maior parte do tempo colocamos o "eu" como pronome em tudo
Eu sou assim;
Eu quero;
Eu vou;
Eu compro;
Eu trabalho;
Eu posso;
Eu gasto;
Eu bebo;
Eu como;
Eu esbanjo;
Eu sofro;
Eu curto;
Eu amo;
Eu odeio;
Eu sou infeliz;
Eu sou feliz...
Quando o "pseudo-eu" está em tudo e sobretudo sobre todos existe algo aí que não vai bem...,
O nosso EU verdadeiro reflete a imagem de Deus. Equilíbrio, suavidade, leveza, consciência, serenidade, bondade, fé, sabedoria, disciplina, lealdade, domínio próprio, graça e amor.
Ser a si mesmo é o que mais (nos) importa tanto pra si como para o outro.
quando o eu crístico resplandece em nós aprendemos a cultivar longanimamente um amor paciente que não desfaz o"eu" da alma alheia. Um amor que apascenta o ferido; um amor que abraça o diferente; um amor que cobre de santidade o vil humano pecador; um amor que se transfere contagiantemente aos irmanados pelo contagio do acolhimento fraternal com ou sem as dores; um amor que reparte e que compartilha da mesma fé sincera a vida e a esperança por onde pisa primeiramente com D"eu"S e depois com a planta de seus pés...
Deixemos portanto as personas caírem...
E que o nosso EUcrístico se exteriorize pelo espírito do Evangelho!
Quer mais AVIVAMENTO do que esse?
Mano Serafim