sexta-feira, 18 de julho de 2014

Você é a si mesmo (a)?


Não há filosofia, ciência, crença, doutrina, força, poder, mente, espírito ou coisa alguma que possam separar você de ser o ser que há em você. Você poderá renunciar a muitas coisas em você, porém impossível renunciar a si mesmo e ser o que você não é de si mesmo. Negue-se a si mesmo, anule-se de você próprio e assine a seu internamento num manicômio ...

E é o que eu mais vejo e não mais me espanto em relação a um "tantão" de gente sendo discípulas do "si mesmo" de outros tantos doentes-entes-caídos-crentes.
Gente doente e carente reproduzindo o outro ser falido e doente em si mesmo...maximizando a imagem de seu líder, guru ou mestre sobre o seu "mural-de-si-mesmo"...
"Ok Mano, mas o que significa Jesus dizer para aquele que o deseja segui-lo: 'Renuncie a si mesmo pegue a sua cruz e siga-me!'"? 
Quiçá não seja tão simples como ler e escrever o que está descrito nos evangelhos, mas é simplesmente ser ou continuar a ser a si mesmo/próprio seguindo os seus passos (Jesus)...E o primeiro passo é se tornar uma pessoa simples no viver - você quer? Você aceita tal desafio?
É o mesmo que ser você em posse de seu "eu" verdadeiro, ou seja, seu eu cristificado, livre das tiranias do ego e amando a todos na existência...
Amando o bem, amando a verdade, amando o seu próximo (mesmo que este não esteja tão próximo de você).
O "negar a si mesmo" está atrelado ao carregar a própria cruz, trocando em miúdos se define como: crucificar o egoismo, o fanatismo, o medo, a loucura de morte, a idolatria terrena e carnal e toda as paixões da alma caída....deixar de viver na prática tudo aquilo que nos traz culpa, medo e reprovação (pensar, crer e no agir). É aprender a viver o que se possa ser em Cristo Jesus (pensando nas coisas que são de cima)..
Carregar a "sua cruz" torna evidente que sem a cruz não há evangelho e sem o evangelho não há como se ter todo o ser-que-é ser em Jesus!
Eu,
M Serafim 30-05-14