sexta-feira, 18 de julho de 2014

Não (se) perca (d)a Fé...



                  


Quando da fé se perde, perde-se também de tudo ou mais do que se crê sem crenças.
Não perca a fé, a perda da fé perpassa a linha que nos separa do cognoscível da linha do incognoscível em terrenos de Fé.
Não se perca da fé, a fé apega-se a alma de quem vive da Fé em Deus.
Não se perca da fé, quem da fé se perde, peca sem fé.
A "fé" perdida busca alguém em que se possa pertencer absoluta-mente perdido...
Não perca (d)a fé e não deixe que dela tu se percas.
Toda perda, como também da fé, geram agonias, angústias e duvidas mil.
Não tenha fé para se perder, perder-se da Fé com fé é pior do que sobre a Fé nunca ter ouvido/conhecido.
Perda-se de tudo pela fé, menos da Fé. 
Posto que quem da Fé se perde, não somente perde a Fé, mas de tudo na existência de possibilidades.
Perder a Fé é perder-se totalmente nesta vida sem "fés".
Perca tudo aquilo que não lhe traga esperanças, porém, a esperança de fé-na-Fé, jamais deixe-se perder, abandonando-a.
Não perca a fé no evangelho, pois, quem da Fé do evangelho não vive existencialmente perde-se totalmente de si mesmo. 
Mesmo crendo e fazendo da fé em si mesmo seja um rito de fé.
Não se perca da Fé, fé tem que com fé se achega a Deus sem entremeios humanos, criados e fetichizados.
Não perca a Fé...
Tenha fé, a Fé que Deus te dadivou e cultivou em ti. 
Cuide para que não se vá pelo gélido líquido amor humano dos desumanos.
Por favor, não perca a sua fé, ela é somente sua...
Não (se) perca (d)a Fé...
M Serafim