terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Aqui estamos, Senhor.



Jesus é o Deus que salva.
Portanto, Senhor, salva-nos do medo de termos humanamente medo de alguma coisa nesta vida.
Senhor, dá-nos da vossa coragem nos momentos certos de exercitarmos o não-medo de amar alguém.
Deus nos salva em Jesus todos os dias no tempo do agora.
Entra ano e sai ano e a nossa salvação se aproxima de cada um de nós já salvos pelos amor de Deus em Jesus.
Jesus é aquele amigo não-objeto, porém o próprio presente natalino, cuja essência sua está no doar-se sempre.
Eu não defendo nestas linhas e nem tampouco nas entrelinhas que Jesus tenha uma data natalícia para ser reconhecido como o Salvador do Mundo. Eu não fico grilado com este negócio de datas...
Natal todo mundo tem. Se não tem, cria o seu.
Uns, um péssimo Natal e outros um Natal feliz.
Deus nos salve de todos os nossos sonhos de um Natal sem confraternização, solidariedade e reflexão.
Salve, salve, Jesus é quem livra a todos de tudo.
Salva-nos Senhor de nossas "bondades" e "salvações dualistas".
Salva-nos dos homens opulentos e das más relações que nós mesmos causamos uns aos outros.
Perdoa os nossos erros.
Salva-nos Jesus, de toda ignorância social, espiritual e política.
A política quando baseada nas boas obras sociais e das Boas Novas faz com que o Natal seja perene o ano todo. Inclusivo, educador e pacificador.
Salva-nos Jesus, do cotidiano violento e da soberba da vida de nossos EGO-altares.
Salva-nos Jesus, da nossa manjedoura arrodeada de lobos visíveis e sugadores dos cérebros sadios da massa ignora.
Livra-nos do foco destruidor daqueles que nos veem como objeto de suas taras, fetiches e desesperos.
Senhor, cura-os em Teu Nome!
Jesus nos salva de toda força que trabalha contra a sua Graça de nos fazer pessoas mais humanizadas.
Jesus tenhas misericórdias de nós e nos ajude a compreendermos os "estranhos", os diferentes, os impacientes e os evidentes -, dadivando-nos de poder de teu amor espiritual.
Há muito tempo que eu deixei de tomar leite materno e passei a me alimentar com o leite novo e mais consistente da (tua) Palavra.
Por favor Jesus, salva-nos de todos os nosso sofismas natalícios onde o amor seja apenas praticado como um rito pagão e de uma nostalgia que jamais irá nos redimir de nosso auge egoístico.
Tem gente que é papai-noel e mamãe-noel todos os dias. E eu queria ser um desses bons "pagãos"!
Senhor, salva também o "papai-noel" dos nossos infantes juízos.
M Serafim