quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Simplifique-se


Não é que as (minhas ou as suas) palavras sejam/estejam "mal-faladas"; "mal-ditas"; "verbo-escritas"; "verbor-ragiadas"...
Eu posso saber o que falo e como falo e porque as falo, mas não posso jamais fazer com que quem me ouça, entenda.
Então,
Sempre haverá um tolo com tamanho desejo de manipular a tua alma, pois, a sede de possessão humana sobre o seu próprio semelhante, como que esse fosse um objeto de seu prazer doentio, advém desde os primórdios das mais antigas civilizações...
Conscientize-se que tudo que fizermos para Deus e em seu nome, devemos o fazer por vínculo de amor e nada mais...
Ora, Deus é puro amor em tudo e até no seu justo juízo ele é amor.
Somos nós seres limitadíssimos em discernimento que não compreendemos a fundo a sua maravilhosa graça.
Fuja. Fuja do louco dever de ser alegre o tempo todo, mas pondere-se para que a tristeza não lhe seja por perene companhia.
Acostumar-se com a tristeza é desfalecer para a alegria de ser somente você.
Dica: Seja você tudo no que faz.
Faça aquilo o que você é.
Não importa se o teor passará pelo crivo da consciência alheia julgadora.
Evite a "dramaturgia" sob várias "personas" - caso contrário correremos sérios riscos de perdermos algo que possuímos de maior estima, o (nosso) ser.
Faça o que de si julgue ser essencial seu.
O ingênuo e entusiasmado Salmista disse: "O que eu possa te dar pelos benefícios que me tens feito"?
Eu respondo conscientemente no Espírito Santo: NADA!
Seria tudo uma questão de graça e da Graça, a Graça não é uma doutrina cristã, não se veste de nenhum dogma, ainda que a Teologia usurpe para si, quanto "ciência divina", a graça de Deus é TUDO o que há na existência e para além dela...
Deus nos abençoe e nos conceda a alegria, a (sua) paz e quietude mental.
Jesus nos ensinou que não deveríamos ter medo de Deus.
Ele disse que Deus é Aba, é Pai.
Ele sempre ama e nunca odeia, o seu amor por nós não acaba, não caduca, pois um Deus que odiasse não poderia ser um Deus de amor, Todo-amor!
Bjo
M Serafim