sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

A portenta igreja


A igreja chegou ao seu nível máximo de embriaguez.
Como não bastasse usurpar o poder e a glória do divino.
Agora ela se considera a pedra de esquina para quem não se submeter a sua doutrinação em nome de Jesus.
Ela, a instituição religiosa, age como uma portenta potestade.
Ela detém em seu próprio cenário político-religioso o poder de acrescentar, excluir, renovar e manipular qualquer outro infra-poder.
Ela se coloca acima do "pináculo do templo", ela se autointitulou através dos tempos a autoridade divina e a salvadora da honra e moral divina usando como pano de fundo a alienação espiritual.

Deus que se cuide, aí vem ela (igreja) com seus sete chifres para enfentá-Lo:

1 Chifre - Exerce poder diretamente sobre a massa ignora que idolatra seus sacerdotes, locais de cultos e Bíblias Personificadas com instruções temáticas sob teologias aplicáveis.

2 Chifre - A estratégia de grupos em células e a neurobiblialinguística onde todos devem falar a mesma língua, insistir no mesmo tema (exaustivamente) e objetivo em todas as igrejas sob o cajado de um Após-Tolo unxido.

3 Chifre - As igrejas têm exercido a função de Estado na vida e na família dos indivíduos que a elas estão filiados como membros (induzindo, manipulando e convencendo a votar nos candidatos que as mesmas apoiarem).

4- Chifre - A instituição que deveria estar orando e realizando encontros, palestras e dando incentivo para que a Nação se converta ao evangelho e que o país seja abençoado.
É a primeira a ir contra a taxação tributaria das instituições religiosas.

5 - Chifre - A instituição religiosa faz marketing de curas, prosperidade financeira e da tão almejada felicidade. Pois, esse tem sido o seu lema e negócio bastante lucrativo (o que a tem feito potestade financeiramente social no mundo capitalista). Mas há muito tempo ela não pode mais ofertar ao indivíduo que a procura por alguma solução, Jesus Cristo.

6 - Chifre - Os símbolos, as barganhas e suas doutrinas com caricaturas divinas são o que se têm mais sido vendidos em nome de Jesus e pela salvação imediata dos fiéis.
É a marca da Besta-mãe nas frontes dos bestas-filhinhos do engano, cujo pacto fora feito com o Diabo no deserto das tentações da Teologia da Prosperidade (Ler Mt.4)

7 - Chifre - A customização de uma igreja local ao gosto do fiel-freguês tem inchado as contas bancárias de pastores, apóstolos e agremiações pelo mundo inteiro.
Servir um prato de lentilhas com temperos e culinárias variadas perfaz a ideia de Pequenas Igrejas & Grandes Negócios.
Uma comida que muitas vezes mata a fome de seu "cliente", porém, jamais poderá alimentar um indivíduo para a eternidade.

M Serafim