quarta-feira, 27 de julho de 2016

"Nietzsche está morto!"

A frase: "Nietzsche está morto"
Não seria uma antítese à frase: "Deus está Morto" (aforismo) - F. Nietzsche
Somente lendo o "Pensa-dor" e discernido-o que, encontraremos nele algo ou alguém que estava para além do "bem e do mal"...
Eu entendi claramente a sua critica filosófica e a sua critica a moral religiosa.
Nietzsche "bateu" muito numa geração ocidental de pensadores que se escondera gravemente por detrás de vossas máscaras ("Genealogia Moral")...
Estudar filosofia e não "consultar" a Nietzsche seria o mesmo que estar-se perdido num "elo" perdido da história pós-moderna, entre um período "antes" guerra e do "pós" guerra.
Aliás, estuda-se filosofia ou aprende-se a filosofar?! (risos).
Obrigado Nietzsche por me ter ajudado a "assassinar" dentro de mim dezenas destes deuses objetos/estereótipos, arquétipos/produtos da mente humana!
Nietzsche deixou um legado para a humanidade que necessita pensar...melhor, que necessita "funcionar".
Deus é, e, Nietzsche existe. Logo, Nietzsche não morreu. Mas permanece vivo na psicologia, filosofia e teleologia dos humanos.
Há quem diga que o Filosofo era um fascista, sua irmã principalmente disse isso distorcendo seus escritos depois de sua morta.
Há também quem afirme de que ele era um niilista...assim como todo religioso o "acusa" de ateu.
Eu as vezes o considerei mais crente do que eu, é sério!
Se o "deus" desconhecido ouviu a minha oração porquê não ouviria a do psicólogo filosofo?
Jesus disse que Deus é o Deus dos vivos e não dos mortos.
Ora, o Ecce homo.
Ora, o Anticristo.
Tenho por certo que Deus se revelou para ele.
Naquela mesma perspectiva do "Übermensch".
Porém, humano, demasiadamente humano.
Tenho consciência, eu fui convidado para o evangelho e para noticiar o evangelho para todos quantos cruzarem no meu caminho.
A minha condição humana não é a de réu, e eu não posso julgar a ninguém enquanto a isso, pois, todo ser humano está na minha mesma condição, caída...
Não fui comissionado a juiz dos homens.
Ora, eu nunca li do Nietzsche algo escrito falando de que Jesus não era quem ele disse ser.
Não existe sequer uma critica feita acerca da pessoa do Nazareno em seus escritos, porém da cristandade; do cristianismo existem centenas bem-aventurados delas!
Essa ideia de que os outros que são sempre "o inferno", não coaduna com a pessoa do Cristo e nem com o seu evangelho de amor.
A minha missão é a de não julgar, porém acolher o próximo.
Abraão, Isaque, Jacó e Nietzsche - que festa , hei
Eu quero estar lá também, mano (a)?
Manter uma uma ideia inexoravelmente santa de que o Céu será povoado de gente totalmente sã é de uma chatice doentia só...
Que morram todos estes arquétipos endeusados dentro de todos nós!
Abraão, Isaque, Jacó e Nietzsche - que festa , hein?
M Serafim 27-07