terça-feira, 5 de abril de 2011

(N)uma quinta-feira desta existência...


O corpo vai cedendo a ação do tempo; da erosão e da oxidação das coisas... Longe da Árvore da vida os ramos se secam por não haver nutrientes vitalícios em si mesmos.
Servem apenas para serem lançados na fornalha e por vezes esquentam os silvícolas esquimós....
A Seiva da vida é quem mantém viva a Árvore e que por sua vez faz os ramos florescerem na primavera dos verdes-pastos.
Ah, se o envelhecimento do meu corpo pudesse ser procrastinado por mil anos, digo, se eu pudesse entrar num estado de hibernação - Acordaria em uma outra era e tentaria viver a excelência de ser eterno. Ensinaria aos eternos-mortais a sabedoria dos ancestrais...
Desejaria o homem ser um deus (avatar)?
"Sois deuses"- Algum trovão reluziu no templo na alvorada de uma quinta-feira pré Calvário...
Disseram os sábios pensadores gregos: "Queremos conhecer este homem".
A este homem que se chama Nazareno, Escultor de almas por formação e Rei por dinastia celestial. Todos que se sentiam rejeitados iam ter com Ele. Muitas vezes á campo aberto, debaixo de árvores ou no secreto da madrugada fora do alcance do olhar de juízo dos religiosos ...
A propósito ouviu-se a voz de um caniço agitado pelo vento :"O machado está posto na raiz e toda a árvore que não der frutos bons será cortada e lançada no fogo ardente."
- Hoje é quinta-feira, não uma quinta-feira comum como ás outras. Mas uma quinta-feira de agonia, angústia profunda e sangria agonizante...,
Uma quinta-feira onde a "Oliveira" será espremida até se extrair dela a última gota de azeite da unção derramado por mim!
Uma quinta-feira cuja noite se estenderá sobre a mesa de uma ceia agonizante e dramaticamente real no que diz respeito a revolução de um novo rumo aberto à humanidade.
Uma quinta-feira na masmorra gélida e fétida das galerias romanas....
Uma quinta-feira que entra para a História de amor entre o Deus-homem e o homem caído, que por loucuras de onipotência sempre desejou ser Deus...
Uma quinta-feira que traz consigo mesma o peso esmagador da traição do Filho do homem.
Uma quinta-feira de profunda agonia psicológica, pois, a cada segundo o príncipe deste mundo se
aproximava e nada ele possuía em comum com o Agnus Dei...,
Uma quinta-feira de entrega da própria libação, não havia escolha, apenas o  "sim pelos homens" ou a escolha do "não contra os homens". Apesar de que o que Ele desejou no momento de depressão e dor era o "não pelo não". Todavia deixou mais uma vez a vontade de Seu Pai prevalecer a sua..., portanto, Ele felizmente disse em relação a todos nós : Sim!
Posto que ele abriu mão de todos os direitos dele, inclusive o direito à justiça – para poder fazer o que era
infinitamente mais importante para ele – sofrer injustiça por nós e morrer na cruz
pelos nossos pecados. E ele não foi obrigado; foi a escolha dele, ou seja, o Seu SIM!
E isso chama-se amor. O mesmo amor que Jesus tinha por você naquele dia, ele ainda tem hoje, e faria tudo de novo – por você.
Enfim, uma quinta-feira que será lembrada para sempre, até que um dia estejamos juntos com Ele no reino de Seu Deus, e nosso Deus, de Seu Pai, e nosso Pai!
N'Ele, que apenas disse Sim para o sim de Deus e Não para o não de Deus!
Mano A.Serafim ....................................................................Escrito 04/2010