domingo, 31 de agosto de 2014

Em Jesus eu encontro Deus



Aquele que não possuía dias, e nem se datou como principio e fim na existência dos que vivem em função da sua derivação.

Entrou na existência humana, caminhou com os pés descalços sobre as pedras e surfou sobre as ondas dos mares...
Aquele a quem a vida deve a sua gratidão eterna, despiu-se de sua glória e majestade eternas...tabernaculou no Nazareno e salivou sobre as pálpebras de um pobre homem cego de nascença..."Vá e se lave no tanque de Siloé"!
Ele veio a mim e em mim IGREJOU-SE...
Obrigado pela Graça ser apenas a Graça e obrigado pela minha vida a mim me caber como indivíduo com vida própria e autêntico de pertencer a si mesmo...pois, tenho por certo que pertencer a Ti, não me anula como pessoa.
Ele vem de uma dimensão pela qual desconheço, mas vem ao meu encontro...meu espírito o sabe...a minha alma descansa com a sua chegada...não é um toque de magia, mas é simplesmente mágico.
Ele vem sem apetrechos e sem parábolas, mas somente com a presença de ser Deus em tudo que a minha alma deseja saciada Nele.
-- Em Jesus eu encontro a Deus, Deus é também Jesus, Jesus é Deus!
Sim, Jesus é Deus na linearidade humana - ser imitador de Jesus é atingir a humanidade de Deus - é alcançar a humana presença de ser deuses ("sois deuses")...
Ele vem e consigo traz o tempo como um presente contínuo - Nele o passado e o futuro se fundem em presente(ele é o próprio tempo no tempo e no espaço). 
A eternidade não requer tempo, mas companhia. Estar em Cristo.
Ele veio, Ele já chegou...eis aí o nosso tempo, e o tempo da aceitação do Senhor. 
Com tantos e por tantos desencontros, a vida com Deus é um encontro. O encontro nosso com a Vida. Somos felizes porque sabemos porquê sofremos, e somos mais felizes ainda quando a alegria de sermos Dele, nos faz satisfeitos com a sua bondade eterna.
A eternidade fora destampada na nossa cara, adentremos .
Hoje!
M Serafim