segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Dos Gregos aos Evangélicos... E de grego todo evangélico tem um pouco.



                                    Por Mano Serafim 

Dos Gregos aos Evangélicos... E de grego todo evangélico tem um pouco. 
Os gregos acreditavam que a Terra fosse chata e redonda, e que seu país ocupava o centro da Terra, sendo seu ponto central, por sua vez, o Monte Olimpo, residência dos deuses, ou Delfos, tão famoso por seu oráculo.
Os gregos dos tempos primitivos pouca coisas sabiam a respeito de outros povos, a não ser os que habitavam as regiões situadas a leste e ao sul de seu próprio país, ou perto do litoral Mediterrâneo.
A morada dos deuses era o cume do Monte Olimpo, na Tessália. Uma porta de nuvem, da qual tomavam as deusas Estações, abria-se a fim de permitir a passagem dos imortais para a Terra e pra dar-lhes entrada, em seu regresso. Os deuses tinham moradas distintas; todos, porém, quando convocados, compareciam ao palácio de Júpiter (criador de tudo),do mesmo modo que faziam as divindades cuja morada habitual ficava na Terra, nas águas, ou embaixo do mundo. Eram também no big salão do palácio do rei do Olimpo que os deuses se regalavam, todos os dias, com ambrosia o néctar, seu alimento e bebida, sendo o nécta servido pela linda deusa Hebe (ora, e todos ali reunidos desejavam dar um selinho nela – risos). Ali discutiam os assuntos relativo ao céu e à terra; enquanto saboreavam o néctar,  Apolo, deus da música, deliciava-os com os sons de sua lira e as musas cantavam. Quando o sol se punha, os deuses retiravam-se para as suas respectivas moradas, a fim de dormir.
Ora, se F. Nietzsche estivesse ainda vivo culpa-paria nova-mente de ter sido Sócrates o assassino da Tragédia grega (risos).
Pronto gente, acabou o CULTO surreal ás Eu-divindades gregas?
Enganou-se, e agorinha mesmo prossigamos na Odisséia culto-cultural dos grego-evangélicos vigente!
E sem mais embromation vamos ao que nos interessa?
Portanto, agora já nos basta de tantos sofismas, saltaremos num só-louvor-sem-levar-a-Arca (óbvio, e sem o Davi Sacer) para o CULTO da adoração auto-contemplativa aos nossos semideuses dos cultos Greco-afro-evangélicos [apóstolos pós graduados em multiplicação em larga escala - gerencial de almas; aos pastores megalomaníacos e com suas caixinhas mágicas, porém, todos, produto das parições de ;  e  aos nossos mini-estéril pessoais em nome do(s) deus(es) da Mitologia Sacro-Cristã].
Descrevi acima a mito-logia dos deuses da antiga Grécia subtraindo um arquétipo do kit panacéia grego para teologizar com o panteão dos nossos semideusespostólicos ( que produzem todos os dias e o dia todo pacotes de “cura$” midiática$), e filo-theo-lógica-Mente [quem não se lembra, a nossa “teologia” e Filosofia são crias da Theo-logia filosofada Grega] com a atual geração dos protestantes Neo-narcisistas do Culto aos deuses do Si Mesmo (e que Carl Jung me negue se tiver coragem para tal paganismo greco-evangélico -kkk).
Este é O re-refluxo de se in-gerir alimento estragado e que de ácido em ácido poderá causar um câncer nas entranhas de quem “ouve”, se alimenta, e se não descoberto há tempo virará uma metástase (olha ai a teologia de Causa e Efeito -kkk) sendo assim provocada pelas mentes de auto-ajuda esquizofrênicas..., ao TENTAR estudar a Deus, e a Deus TENTAR, se é que se pode! (risos) pela míope-miopia das a-lentes Theo-lógica-logia das Teo-lo-logia da Terra!
E o impressionante é que a cada dia surge uma teologia nova! 
As máquinas do Sistema Religioso das manipulações e do estelionato esotérico de tudo o que seja Santo e de Deus não podem deixar de funcionar ou de serem usurpadoras e nem distorcedoras pela maioria destas castas de apóstolos fraudulentos e de seus cães-pastores de fateira...,
Agora mesmo quando escrevo este artigo um amigo chegou aqui em minha casa me dizendo que acabou de entregar a igreja que ele pastoreava nas mãos de seu Bi$po...,
Nesta panela de pressão que a qualquer hora vai explodir ninguém consegue sair, os que  assim conseguem sair pelo suspiro em ebulição a cem por/hora, esses o ressentimento; a sensação de ter sido enganados o tempo todo; de ter sido des-apropriados de si mesmo;  sentem-se existencial-mente desfigurados da imagem de Deus no seu ser lesionado; lesado; ultrajado..., 
Toda-via a Via de mão única do Evangelho sem as mantras e semideuses pagãos e seja outra neste chão...Nos faz um excelente convite!
Um doce convite da parte de Deus sem as barganhas eclesiásticas e apostólicas!
Longe do culto as vaidades e ao narcisismo exarcebado!
Sem a mediocre idéia fetichista das celebrações ao deus dos interesses pecunários (dizimos e ofertas) - Mamon!
Sem a ve(n)da de si mesmo para o abatedouro-do-inferno monetário dos Limbos, e dos  caducos manuais de crescimento quantitativos pseudo-cristão!
Sem as bulas do Pai-apóstolo do rapa-rapa de vossas eco-no-mias e poupa-sua-pança...
Sem os abusos das ofertas alçadas para se construir um palácio para Z'eu'S!
Sem a indútria das das culpas im-posta pelos idealiza-rouba-dores da Teologia da Pro$peridade na pre-ga-Ação do "carma" religioso e das  arca-í-cas que-bras(il) de maldi-Ações introjetadas em nosso IN-consciente como se fosse um presente dos deuses( profeteiros dos EUA), ou seja, uma "dádiva genética espiritualizada" dos nossos ante(s)-passados!
Vamos, vamos dizer um NÃO a toda esta loucura otimizada de Eu-evangelho?!
Vamos a re-volu-ação sem espadas e lanças, cuja viajem tenha inicio primeira-Mente em cada um de nós, pela Sã consciência no Santo Evangelho, e  que de boca-em-boca, em praça-e-praça; de porta-em-porta até que os filhos da ressurreição saiam dos seus sepulcros caiados e despertem de suas malignas sonolências pagãs!
Somente assim é que esta atual geração de morte gradativa..., o evangelho poderá sutir algum efeito no ser que se dissolve a cada dia perante um Mundo ambíguo que abraçou o virtual/o ilusório/o status quo/o inferno existencial das ambições humanas e diabólicas com todas patologias bizarras e toda  sorte de  perdições em veredas de acesso ás portas largas da perdição... ..."Muitos ouvirão/virão, porém, poucos discernirão/entrarão!"- disse Jesus.
Do contrário de qualquer convento-convenci-mento se segue a con-versão n'alma...
Aliás, o ente-ser-indagador que foi gerado em ti se estabelece pra eternidade!
E o que há de mal/agouro-errado-cético nisso em Si?
Ora, se em ti fostes gerado a vida ZOE de Deus (parição autêntica de Deus em seu espírito recriado); Cristo visceral-Mente enxertado em ti ( e não os dez passos para a salvação psicológica que só leva ao convencimento psicológico); Nova criatura (o ser sem nenhuma condenação existencial,mas em ser-em-si um novo ser em Cristo Jesus) a imagem de Cristo que reflete a glória de Deus Pai neste corpo do imediato (e não de seu líder que é débil-vulnerável psico-biológica-quimica-Mente como todos os mortais); daí de  fato nada para além de um despertar de que em Si se instala o culto racional onde o próprio propiciatório ambulante é a sua alma consciente no Espírito Santo! Ainda que a multidão dada ao IN-consciente Coletivo do culto estejam no centro da vontade e no “Grande palácio de (Z)deus “ fiquem a ver navios – estes  entram e saem dos culto e das reuniões “carismáticas” da mesma forma que entraram, ocos, vazios de si mesmos e alienados do amor e das benevolências do Espírito Santo Consolador!Para eles, se houver gritaria, histeria e cai-e-cai Deus está presente , mas se somente soprar uma brisa e fizer silêncio Deus não está ali...lá fora é algo comentado como: "O culto de hoje não foi uma benção"- assim se acredita sensorial-Mente como também se pensa quando na sua maioria esmagadora dos evangélicos, de que Deus esteja sempre em sintonia com suas emoções e que pelo menos haja um arrepio no pregar do orador!
Antes mesmo que se faça a adequação instantânea da construção de uma alma (consciência no Espírito Santo) esta se alinha sem muito questionar aos conteúdos existenciais da Graça (sem muito se saber o que irá acontecer de agora em diante , mas apenas confia) em atual atuação para quem assim aberto esteja a bondade de Deus sobre todos..., mas hoje no discernir pela simplicidade e segurança da Palavra o que do púlpito ventila aqui dentro discerne, reflete e intui ante aos que se é dito como Evangelho...!
Antes a Bíblia era "inerrante", mas hoje tenho e tem-se outra cogitare sobre ela....
Outrora a Bíblia era a Palavra de Deus, mas agora ela a contém!
E agora? Agora o que se formou em ti fumega, agita, ricocheteia, ri-cogita, vomita, inquieta, rejeita, discorda, examina, reflete, reverbera, exprime, coletiviza, individualiza, objetiva, subjetiva, acrescenta em espírito pra eternidade do agora e sempre, apazigua, inquieta, acerta o alvo, discerne, compreende, intui, salva, estabelece, restaura, abriga, desobriga, desobstrui, desabriga, alinha, desalinha, guarida, anima, re-anima, alenta, dispara, não-desampara, desarma, desconstrói, ergue, edifica sobre rocha, afirma, auto-afirma, conspira, grita, silencia, medita, clama, intercede, queima, refri-gera, sonda, interioriza, arrefece os ânimos exaltados, domina, exterioriza, alterna, instrui, agradece, compadece, resolve, larga, se arrepende, se encanta, se liberta,liberta, sofre, ama, confia, acredita, desprende, facilita, in-afeta, consome sem destruir, impele para o bem, alerta, aquieta, tranquiliza, supera, sara, espera, suporta, adora, cultua, redime, ajusta, talha, cinge, unge, abençoa, resgata, louva, solta, entrega, discorda, concorda, canta, dança, pula, chora, retorce, contorce, lampeja, extasia, curte, serve, submete, subverte, aguenta, nega, confirma, aceita, recebe, ver, sente, conhece, reconhece, alimenta, filosofa, argúi, critica, duvida, mata-e-morre, vive, se assombra, se encoraja, se encanta, se impressiona, se lamenta, se converte, e se vai...,
E vai porque agora fora feito a “menina dos olhos de Deus”, um hebreu existencial, um andarilho sem pátria terrena, um estrangeiro, porém, almejante como verdadeiro concidadão do Céu, a uma Pátria bem mais sublime no que se ver e Santa no sentir, aos olhos do amor do Pai!
Assim como um vento - um hálito - um tom - um acorde - uma nota- um verão - uma estação - o tempo-em-uma-geração – a uma época- de uma moral - a uma consciência...Pra eternidade!
Porém, o Evangelho seja o mesmo de sempre e o que nos salva a alma!(risos)
Nisso-você-estando-Nele, você [se formou] porque de Cristo a humanidade se fez e Nele re-fez!
Veja ai em você mesmo SE a pessoinha de hoje não vale bem mais do que a de ontem?...Posto que desta forma é o convite do Evangelho para todos nós, para a vida em amor e para ser vivida na sua simplicidade em apreciação e nutri-cultivação do que seja simples , santo e verdadeiro.
Assim deve ser a caminhada no Caminho - ou pensa você que Ele já não traçou pra todos nós um caminho no Caminho – um caminho-no-Caminho pra você e outro caminho-no-Caminho pra mim!
E é andando que se aprende se sabendo a ser um hebreu-cristão aos olhos de Javé.
A nossa canção diária em forma de louvor ao Bom Deus em exteriorização de alma deveria ser de todos os dias assim como o alimento (pão nosso de cada dia) nos é concedido pelo Pai em nossa mesa. Deveras vir antes de tudo senão a nossa grata-gratuita-gratidão de Sua Maravilhosa Graça pra sempre Senhor!
O que a Média-Moral-Maioral-Maioria acha e julga se resume a uma mentalidade de uma época sendo [se fosse] assim a salvação seria apenas para um modelo humano- ético e moral de um povo cuja raça superaria aos anjos!
Daí o esbanjar do Amor divino em todas as épocas de todas as existências já vistas : Graça!
Se não se crer em/na forma ideal e única de recebimento pela FÉ em/de aceitação do que isso seja e do que de fato representa, seria um fim do começo de todos os fins e re-começos da EXISTÊNCIA!
O que hoje existe em você Mano (a) aboliu a sua inexistência ( pelo que  vc pensava e  considerava como que existia como conteúdos viscerais em vc)...o que se interiorizou em você se estabelece pra vida eterna! E acabou as famigeradas barganhas para a emancipação de seu ser em Cristo - as libertações zumbificadas!
Daí a experiência de saber sem presunção espiritual de que o que dantes seria existencial de fato era caixinha, plástico e farelo...E PRESENTE DE GREGO NA EXITÊNCIA DE MORTE!
Igreja de Deus tanto em Marte como na Terra é você e se instalou em você! O culto tem que ser e ter início em você, por você e para Deus! Quem deve cuidar da sua espiritualidade é VOCÊ! Nas congregações, comunidades e instituições é o Ser-Ente-Igreja-você e os outros que professam a mesma Fé (e que Igrejas são) em assembléia que fazem com que a CELEBRAÇÃO do CULTO já CULTUADO INTERIORMENTE nas entranhas das Igrejas emergentes ambulantes e reunidas em assembléia maçante ao Deus único e Verdadeiro – E sem barganhas!
Os demais são grupos, comunidades e temporariamente inter-relacionamentos dos quais devemos ser gente de Deus e geri-los em fraterna paz e santidade andante...
Aliás, você gente boa é!Como sempre o foi..
E É não porque não era antes , mas porque agora se estabelece o que de-fato se era sem se saber que de Deus só (se competia saber) nos compete saber o que Dele se deriva em amor e santidade (REVELAÇÃO), o resto é restolho filosófico cristão e a santa ignorância dos Teólogos tarados!
Desde já as minhas saudações finais:
Aos Sistêmicos Sistematizados pela Theologia Sistemática de Causa e Efeito, se há em mim algum “SYSTEM-MA”, então a minha “siste-matemática” está nos Evangelhos para o Evangelho da Graça dos 04 Evangelhos -, aliás, este é o meu DOG-MA(L), kkkkk; Aos Apolo-géticos aquele abraço dês-Apolo-lógico nas des-construções pré-moldadas de uma consciência petrificada sem o espírito da Palavra (que é o Verbo - Jesus) na envergadura das Escrituras (que confirmam o Verbo que iria Encarnar- e que também era Jesus); aos exegéticos me solidarizo em vos afirmar que a minha tênue-profusa-inquiridora-abissal-meta-física Hermenêutica seja O Filho dos Deus Vivo nas entrelinhas de toda a Escritura e em todas as existentes dimensões, Eras, vidas, existências e eternidade entre outra eternidade. E se há alguma Exegese a ser feita neste artigo de minha autoria que seja para a conversão-dissecação do homem para com Deus, e não como [sempre] foi-é feita antro-PÓLO-lógica-na-Mente cristã, dada as categorias bio-psiquíca de um híbrido casamento físico-quimico entre Causa e Efeito!; Aos que me lêem sem a maldição da Le(i)tra que mata sem a misericórdia da Graça, Graça que já é um favor sem merecimento ao dispor da-que-le que em várias mortandades se encontra  e a morte aceitou pelo que pelo evangelho morreu, ou já está morto pra o Mundo o qual insiste em dizer que vive, um generoso beijo na sua face , e aos que me secam com os olhos Deus matará vossos falsos deuses do Olimpo a fim de que você possas ver  a Deus e não a Zeus , e Ele mesmo te convidará a se assentar na mesa com Abraão, Isaque, Jacó e o Amado de todas as nações, Ele, Cristo Jesus!.
E nEle ,

Feira de Santana-Ba

20 de Fevereiro de 2012.

Mano Serafim

 Glossa-labachurías arquétipo das palavras em negrito (risos):

Mini-estéril – Nos círculos cristão evangélicos corresponde aos famigerados ministérios personificados (que leva a logomarca do idealizador) em nome de um EU-evangelho das indecentes tetas da Roma de Constantino (espoliação, ou seja, sanguessuga: eu,eu e eu), mas que agora herdado pela filha da Igreja Católica Apostólica Romana, a Protestante (fia da babilônia).
Monte Olimpo: O Céu impenetrável somente tendo acesso em qualquer época e tempo os “santos” apo$tolo$ da (T)hor-ror-logia (deus germânico do trovão – caso alguém não tenha “fé” esse será inevitavelmente deixado para trás [o raio que o parta... ] preso pelas garras do migrador, do cortador e do espírito milenar amaldiçoado da Mi$éria inata, claro um Horror) da Pro$peridade e os vendendore$ de livros e DVD’s podem penetrá-lo e retornar de lá “experienciados” com o “Revela-lamento” divino como um “oráculo” em mãos para entregar aos eleito$. (Parafraseando a expressão Thor, este deus faz alusão a nossa importada européia- teologia Luterana capitalista e consumista ao contrário da COSMOVISÃO da Teologia de Agostinho de Hipona – negro, pobre e escravo).
Tessália: Representa neste artigo a atual Jerusalém palco das estratégias gospel de se lucrar/ganharem muita grana sem muitos esforços. Marketizando a guerra civil milenar entre Judeus e Árabes e comercializam indulgência$ judaica-gélicas. A “mi$tica” como sempre presente com mãos dadas com o sincretismo religioso e cultural importam cada ano uma “unção” sacerdotal trazendo de volta a Le(i)tra morta e assassinada por Jesus Cristo No Calvário! (leia em Apocalipse. o que de fato está profeticamente registrado para Jerusalém terrena pela boca do Profeta Jeremias: “Saí do meio dela, ó povo meu, e salve cada um a sua vida do ardor da ira do Senhor” (Jr.51.45), e para os ÚLTIMOS DIAS que nos aguardam, veja em (Apocalipse. 18.4) – “Ouvi outra voz do céu dizer: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos sete pecados, e para que não incorras nas suas pragas”. A paz-Shalom de Jerusalém como do Mundo pertencem ao Messias e não aos métodos cristãos.
Embromation: é o termo globalizado para a fina arte de falar muito e dizer absolutamente nada!
Deuses: Classe que representam os super-cordeiros do que já se foi feito por Cristo no Calvário; os super-pa$tore$ das Pequena$ Igreja$ e Grandes$ Negócio$ (igrejas-postos-agências locais); os super-apo$tolo$ (hierarquia Pretoriana romana dos Patriarca$ e  dos Papa($)-Tudo; e o “Oráculo divino”, ou seja,fizeram da Santa Palavra de Deus (As Escritura;A Escritura e o Stº Evangelho)uma centena de pseudo-copias a fim de  atender as míseras demandas viscerais dos camponese-gélicos e a classe proletária dos incautos da Sã-doutrina. Assim como na antiga Gécia, os sofistas ganhavam pra “pensar”, claro, somente no que eles de fato iriam não produzir para o coletivo e para o social, mas em LUCRAR com os camponeses, da mesma toada segue até hoje as (T)horror-leogia da terra feita por um punhado de homens gan(gster)anciosos (sem generalizar e nem também excluir quem possui um pentelho neste panteão cristão).
Ambrosia: (em grego: μβροσία), o manjar dos deuses do Olimpo, era um doce com divinal sabor, alguns diziam que tinha o poder de cura e se um humano tomasse ele morreria e outros dizem que segundo a mitologia grega era tão poderoso que se um mortal a quem era vetado, a comesse, ganharia a imortalidade. Conta a história que, quando os deuses o ofereciam a algum humano, este, ao experimentá-lo, sentia uma sensação de extrema felicidade. O nome Ambrósio, que vem da mesma raiz, significa divino e imortal. Conforme a mitologia grega, esse manjar era tão poderoso ao ponto de ressuscitar qualquer um, bastava apenas que alguém pusesse em sua boca. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ambrosia. Mas, no entremeio neo-pentecostal evangélico, e citado no artigo possui/denota e surte outro significado bem mais pagão ainda do que na mitologia grega. Os manjares de ambrosia inventados pelos semideuses cristãos perpassam as oferendas dos cultos domesticados (Z)deus responde a quem mais oferecer o $eu tudo em troca de saúde, paz e conforto) a toda sorte de cães-pastores sem pedigree, porém, empanturrados de pit-bull-arrogância e presunção-canina religiosa disfarçadas de autoridade espiritual-atualizada. A casta de sacerdotes se vale do autoritarismo frenético e da tirania dos Titãs eclesiasticamente falando. Oferece-se uma banana para subtrai dos fiéis uma bananada adoçada com a gororoba enganadora do néctar dos deuses. E o medo disseminado pelos fabricadores de milagres e bênçãos nos cultos toma o povaréu fantochizado e reprimido.
Néctar dos deuses: Homero (séc. VI a.C.) era, segundo a tradição, cego. Tal não obstou a que fosse um dos maiores visionários do mundo grego e entendido, também, em vinhos, citando-os nas suas obras. Na Grécia as vindimas levavam multidões aos campos. As uvas eram pisadas com os pés descalços. Depois de terem bebido o vinho novo os senhores permitiam que os escravos lhes dirigissem ditos jocosos. Os mostos gregos eram salgados, pois para conservar o vinho, eram-lhe adicionados cinza, cal, pez e certas quantidades de água do mar. As bebedeiras não eram, no entanto, muito bem vindas. Para as  prevenir o rei Saleuco decretou que o vinho se destinava unicamente aos enfermos. Se alguém com saúde o tomasse seria condenado à morte. Pittaco, um dos sete sábios, decretou uma lei que castigava duplamente as faltas cometidas no estado de embriaguez. Entretanto na Teologia Paulina da era cristã, o vinho deveria ser pouco apreciado pelos convertidos por causa da sua embriaguês facilmente. Aliás, Paulo faz uma excelente analogia ensinada que os convertidos ao evangelho deveriam sim se encher do Espírito Santo e não de vinho pelo qual trazia imediatamente pelo seu consumo excessivo uma falsa alegria passageira, mas certamente contendas e desavenças entre os domésticos na fé.
Salão do Palácio: No artigo refaz a religião dos templos cristãos e sequestrados pelso evangelicos de todas as denominações IM-possíveis. 
Pandora: (do grego: Πανδώρα, "a que tudo dá", "a que possui tudo") que foi a primeira mulher, criada por Zeus como punição aos homens pela ousadia do titã Prometeu de roubar do Olimpo o segredo do fogo para dar aos homens. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pandora.