sábado, 17 de abril de 2010

Quem diz estar Nele, não VIVE na prática do pecado, antes o guarda....



Ora..., eu peco porque sou um pecador..., “Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.” (1Jo1.8).
Ora..., sou santo por somente estar Nele – “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como Ele é, o veremos. E qualquer que Nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro na sua revelação.” (1Jo.3.2-3).
E quem jactosamente pensa e vive no erro de dizer que não é pecador, incorre fatidicamente no ciclo vicioso denominado de: Síndrome do cinismo espiritualizado...,
É..., a gente tem dessas coisas, e na maioria das vezes que somos tentados pelas tentações das “iguarias” dos banquetes deste Mundo insano. O que dantes se via e se discernia como tentações do Diabo, agora “enxergamos” como “oportunidades”, e o Diabo deixa de ser o Tentador, e o dia-bo-los que são subdivisões de nossa alma doente ante a Queda, exerce o controle sobre nossos desejos, desejos estes, mais escusos e hediondos possíveis...,
Paulo disse para Timóteo que tudo começa num olhar, depois o cheiro e enfim, o toque..., i.e., nasce o desejo no coração e tal vontade impelida pela concupiscência dos olhos..., da carne..., e da soberba da vida, por sua vez consumado o ato,- COMETIDO O PECADO - daí poderá haver separação entre Deus e o homem...,
E tudo isso não deixa de ser subjetivo em cada pessoa, pois, existem pecados que são para a morte [do ‘eu’ deificado] e pecados que por simples oração em arrependimento do pecador os são perdoados por Deus – “Toda a iniqüidade é pecado, e há pecado que não é para morte.” (1Jo.5.17) .
Atente para o que disse João: “Se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore” (1Jo.5.16).
Opa, João aqui se refere aos “pecadinhos e pecadões”?
Não!
Ele apenas afirma o que eu já citei acima: A SUBJETIVIDADE DE CADA CRENTE, cuja consciência no Espírito Santo, que se adquire, e se inicia tal processo no coletivo e se culminará no individual de cada ser-pessoa[ID, Self. Auto]..
Sim, o cinismo-síndrome-espiritual de muitos, digo: do provar, do sentir, do se deixar seduzir fora da virtua-lidade da concupiscência venal, mas barganhado com o super-ego. Permite se materializar exatamente quando a pulsão vence o livre-arbítrio.
Um claro exemplo do que digo foi o prato de lentilhas que Jacó ‘vendeu’ ao seu irmão Isaú, cuja paga seria o seu direito de primogenitura, porém diz lá em Hebreus que Isaú era do maligno, e buscou arrependimento em lágrimas e não alcançou a Graça de Deus(subjetividade)!
E daí?
Num pólo de discernimento Paulo havia dito de que ‘toda carne’ estava sujeita a potestades e principados...,
Em outro pólo de discernimento, João diz que quem estar em ou pertence a Cristo, o maligno não lho toca...,
Agora vá dormir com um barulho desses, se é que se pode...
Outrora João nos assegura como crentes que se alimenta de leite nas tetas da Palavra de que quem é de Jesus o Diabo não toca, e discrepantemente Paulo afirma de que TODA a carne está sujeita a possessão demoníaca!
Pode no corpo em que habita o Espírito Santo ser possuído por um demônio?????????
ESPACIAL? NA FISICA, DOIS CORPOS NÃO PODEM OCUPAR O MESMO LUGAR EM UM ESPAÇO!
MAS, NA DIMENSÃO ESPIRITUAL SIM!!!
Do que dizer de Saul, possesso de um espirito imundo e num surto contra Davi o Espirito de Deus o possui o faz profetizar abençoando o seu arquinimigo, Davi?????
Do que dizer de mais de dois mil demônios no coro do gadareno liberto por Jesus????
Estes fenomenos nem Benny Hinn, Jung e Tampouco Freud explicariam!(Rsrsrsrs).
“O Diabo necessita de uma legalidade para possuir um corpo humano”- diriam os ‘especialistas em libertação demoníaca'.
Ora, na minha opinião, o bastante de que o Diabo precisaria para possuir alguém seja apenas a 'casa estar completamente limpa e vazia'...,
Tem muita gente cheia de si mesmas..., plenas de religiosidade pagã..., repletas de engano..., possuidas de uma espiritualidade petrificada...,
Algo que não vai além de uma máscara onde os demônios se escondem – “Os demônios habitam as máscaras” (Kierkegaard).
Já vi crentes e cristãos ficarem possessos, aliás, não só os vi como já expulsei demônios deles! (subjetividade).
Todavia creio que aquele que está de fato em Cristo não vive na prática do pecado, ou seja, o pecado já não mais tem domínio sobre o mesmo. Antes do pecado que o aprisionava fora liberto por Jesus Cristo. Entretanto para aqueles crentes que se escondem por detrás das máscaras e que fogem de seus dramas sem enfrentá-los de frente, a estes o Diabo quando os ver, baba de prazer, pois, a estes que oram para que a noite não se vá, afim de terminar o baile da máscaras de suas existências. Ora, eles sabem e se contorcem de medo.
Posto que nãosão os espiritos malignos, mas os “demônios” de suas própias almas, os oprimem para que jamais os mesmos abandonem suas máscaras e nunca deixem de representar alguém de que jamais se pôde ser no anfiteatro da vida real.
Porventura uma tentação que você possa estar passando agora não seja um produto da maldade do Diabo de te seduzir a deixar a fé no amor de Deus..., Mas, possa ser as elucubrações dos diabolos interiorizado do seu ser que procura de alguma forma possuir o sagrado, num labirinto sombrio de uma alma que necessita da Luz do Evangelho.
E o amor de Deus impregnado no coração do homem pecador pode transformar o caráter de quem é pecador em pecador que não pratica o pecado, mas antes o guarda, para na pecar contra si, contra a Terra e contra o Céu.
EVANGELHO é = a SUBJETIVIDADE..., nesta forma se discerne o pensamento do Apostolo João: “Sabendo que, se o nosso coração nos condena maior é Deus do que o nosso coração, e conhece todas as coisas” (1Jo.3.20).
E mais: “Amados, se o nosso coração não nos condena, temos confiança para com Deus”(1Jo.3.21).
E pra finalizar e nos trazer pacificação para mente e alma...,
“Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida”(1Jo.5.12).
“Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é GERADO [espírito/imagem vivificado em Deus- grifo meu] conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca” (1Jo.5.18).”
“E vós tendes a unção do Santo, e sabeis tudo.” (1Jo.2.20).
“E a unção que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis.” (1Jo.2.25).
Ora, meus maninhos...,
Tudo isso vos escrevi porque já sei que vencestes o maligno!
Mano Serafim
11/07/09
22:42